09/03/2017 às 09h58min - Atualizada em 09/03/2017 às 09h58min

Advogadas mulheres recebem 25% a menos que homens, afirma Caarj

Extra

Nos últimos sete anos, o número de mulheres advogadas cresceu 66,6%, contra 32,4% dos homens.

Hoje, as moças representam 49,4% do total de advogados do estado do Rio e são maioria em quase todas as faixas etárias (menos na de 60 anos para cima).

Mesmo assim, elas recebem, em média, 25% a menos que os homens, de acordo com dados do IBGE.

As mulheres também demoram mais para subir na carreira, são minoria entre advogados que empregam outros colegas e ainda sofrem vários tipos de assédio.

O levantamento é da Caixa de Assistência de Advogados do Estado do Rio (Caarj), que lança, nesta quarta-feira (8), a campanha "Advocacia: profissão de mulher", em parceria com o Movimento da Mulher Advogada.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »